Av. Marechal Floriano Peixoto, 7135 – Hauer        (41) 3276-5834         (41) 99888-4646
Av. Marechal Floriano Peixoto, 7135 – Hauer        (41) 3276-5834         (41) 99888-4646

Abril verde: principais riscos de acidentes de trabalho na área da saúde

Em todas as áreas de atuação existem riscos que podem comprometer a saúde do trabalhador. Na área da saúde não é diferente e, em decorrência da natureza das atividades envolvidas, é essencial saber quais são os riscos de acidentes e as formas de prevenção.

Dada a relevância que esse tema possui para o cotidiano do trabalhador, criou-se a campanha Abril Verde que tem como principal objetivo a conscientização quando o assunto é a segurança e saúde no trabalho. Várias secretarias estaduais e municipais de saúde, bem como iniciativas em âmbito federal, aproveitam esse mês para inserir vários tipos de campanhas abordando o assunto.

O assunto riscos de acidentes no trabalho é tão importante que existem normas regulamentadoras que determinam quais ações precisam ser tomadas em diferentes áreas de atuação. Um exemplo disso é a NR 15, que versa sobre a questão da insalubridade, ou seja, o adicional que deve ser pago aos funcionários que estão expostos aos agentes nocivos à saúde. Sempre que essa exposição ocorrer além do limite legal permitido, é preciso pagar insalubridade.

Riscos de acidentes de trabalho na área de saúde

Dentre os principais tipos de riscos estão os riscos químicos – constantes exposições aos gases, vapores anestésicos, esterilizantes, bem como poeiras – que podem causar vários danos à saúde. Um exemplo deles é a dificuldade para respirar, com o passar do tempo.

Os riscos físicos também são uma grande ameaça na área de saúde. A faixa de riscos físicos é bastante larga: ela cobre desde a exposição aos ruídos, vibrações, radiações, diferenças de pressões fora do normal, altos valores de temperatura, iluminação inadequada e, até mesmo, espaço físico inadequado para o desenvolvimento de atividades específicas.

Outros causadores de acidentes na área de saúde são os riscos biológicos. Dentre os agentes que podem causar esse tipo de problema estão os vírus, bactérias, parasitas e fungos que podem ser encontrados com frequência nesse tipo de ambiente. Como médicos, enfermeiros e técnicos em enfermagem estão em contato direto com esses tipos de agentes no dia a dia de trabalho via contato com as mãos, olhos ou boca acaba que esse tipo de risco é um dos mais combatidos nesta área.

Além disso, também existem os riscos ergonômicos. Eles podem ocorrer em qualquer área de atuação e não é diferente quanto aos profissionais de saúde. Esses fatores estão diretamente ligados às questões psicofisiológicas do trabalhador. Atividades como ritmo excessivo de trabalho, manuseio de objetos pesados, repetição constante de uma determinada atividade e postura inadequada durante o trabalho são exemplos clássicos de riscos da categoria ergonômica.

Como prevenir?

A prevenção dos riscos de acidentes na área de saúde, bem como nas demais áreas de atuação que apresentam a possibilidade real de acidente, é feita por meio do uso do chamado Equipamento de Proteção Individual (EPI). Ou seja, luvas, máscara cirúrgica, óculos específicos de proteção, avental do tipo PVC, sapatos fechados, touca e etc. Todos esses equipamentos são considerados essenciais para o uso no dia a dia de um trabalhador da área de saúde.

Sem o uso dos EPI’s, a atuação de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem fica comprometida. Eles são importantes equipamentos para a inibição da atuação dos agentes citados ao longo da matéria e, consequentemente, preservação da saúde dos profissionais destacados.

Dessa forma, conhecer os riscos associados às atividades da área de saúde é fundamental para os profissionais. Além disso, é tão importante quanto o conhecimento a utilização adequada dos EPI’s que protegem e garantem a atuação do profissional de saúde.

Especialização Técnica em Enfermagem do Trabalho do CEAP-PR

O CEAP-PR oferece o curso de Especialização Técnica em Enfermagem do Trabalho que fornece uma capacitação para atuais Técnicos em Enfermagem que desejam atuar em empresas e indústrias na área de Saúde do Trabalhador.

O curso oferece formação completa para que o profissional esteja apto a desenvolver e executar programas para controle de doenças, acidentes, higiene e segurança do trabalho. O curso é totalmente online, de segunda a quarta-feira, possui duração de 4 meses e a próxima turma começa em 27 de julho.

Para mais informações clique aqui .

Artigos Relacionados

Quais os cuidados com o material perfurocortante?

Os materiais perfurocortantes fazem parte do cotidiano dos profissionais que atuam na área da saúde. Eles são importantíssimos para o bom desenvolvimento dos seus trabalhos. E para evitar qualquer acidente,...

O que é anotação de enfermagem e como fazê-la?

Fundamental para o desenvolvimento da Assistência de Enfermagem, a anotação é um recurso importante e indispensável para profissionais e pacientes. É um registro de informações, organizado cronologicamente para acompanhar o...

Atribuições do Técnico em Enfermagem na enfermagem geriátrica

Quando o idoso começa a apresentar sinais de perda de autonomia, com dificuldades para realizar atividades básicas do dia a dia, tem início também a preocupação dos familiares em suprir...

Deixe um comentário!